Em Notícias

Oba! Terminei e estou lançando o  meu primeiro livro. Confesso que não foi um processo fácil. Confesso que sempre achei que não conseguiria, embora desde pequena quando me perguntavam o que queria ser eu respondia: escritora!!!

Quando bem pequena, no grupo escolar, sempre vencia nas disputas de composição, hoje, redação. Sempre lia muito e até a minha adolescência foi assim. Depois comecei a trabalhar a partir dos 16 anos e a leitura foi perdendo espaço. Sempre aprendi que quem escrevia bem deveria ler muito. Verdade, claro. Deixei de lado grandes escritores e passei a ler o que apenas interessava ao meu trabalho. Coisa bem específica. Então, me sentia bem incompetente para escrever um livro, ou dois ou três…

Às vésperas de completar 60 anos, pensei: é agora ou nunca! E foi agora.

Com isso, resolvi mudar a vida. Deixei um programa de TV que fazia há 16 anos e mergulhei em um novo projeto. Pensei: envelhecer precisa ser bom.

Então foi isso. O Sou 60 se tornou um projeto de programa de TV e depois um livro. Consegui, mas, sinto um certo vazio. E agora? O livro era somente meu e agora foi para o mundo! É singelo, despretencioso, mas foi escrito com o coração.  E precisa mais?, questionei-me. Não, não precisa, conclui, nesse mundo tão pesado no qual vivemos. E estou feliz, sinceramente, com todos os dedinhos cruzados, torcendo para que todos gostem (ou a maioria, pelo menos).

E se o vazio ficou, agora começo a me encher novamente, com a maior esperança do mundo neste blog. Vai dar certo. Como tudo que sempre fiz na vida, vai ser de coração.

Beijo muito carinhoso a cada um(a) que por aqui passar!